Home  Quem Somos  Cadastre-se  Anuncie no Rural News  Fale Conosco 
Busca
 

 

 
Enquete
Qual a sua área de atuação profissional?
Agricultura
Pecuária
Agricultura e Pecuária
Outra área dentro do setor rural
Fora do setor agropecuário

 

 Indique este site

Canibalismo entre os coelhos

autor: Redação RuralNews
data: 13/12/2013

 
Algumas vezes, o criador ou proprietário de coelhos tem a surpresa de encontrar espalhados pela gaiola ou mesmo dentro do ninho, láparos recém-nascidos "comidos" ou "roídos" ou mesmo só pedaços de corpos, pernas ou cabeças de neonatos. Outras vezes, a ninhada nasce normal, mas o criador começa a notar a falta de láparos, que desaparecem do ninho, sem explicação.

A coelha é logo "acusada" de haver comido os filhotes, embora possa estar inocente, mesmo que o seu focinho esteja sujo de sangue, pois gatos e outros animais podem ser os responsáveis pelo "desastre".

Embora não seja comum e normal, também a coelha pode mutilar ou mesmo devorar os próprios filhos. Por isso, devemos verificar bem o responsável, para que possamos tomar as devidas providências.

Quando fica provado que realmente a coelha comeu os seus filhotes, chama-se a isto de canibalismo, cujas causas podem ser:

Sede : durante e após o parto, a coelha sente muita sede e não tendo água para beber e para a formação do leite, fica desesperada e come os próprios filhos. Por essa razão, é necessário fornecer-lhe água limpa, fresca e à vontade.

- Alimentação defeituosa : quando a coelha não recebe alimentos em quantidade suficiente ou essa alimentação é deficiente em seus elementos nutritivos, principalmente proteínas, elas procuram ingeri-los para a sua manutenção ou produção. Por isso, devoram seus próprios filhos para, assim, ingerirem os elementos que lhe estão fazendo falta para suas necessidades orgânicas. Dar à coelha uma ração bem equilibrada e rica em proteínas pode resolver o problema, "curando" a fêmea, desde que a causa do canibalismo seja a carência alimentar.

Nervosismo : os coelhos são animais muito mansos mas que se assustam com facilidade e ficam muito nervosos com a presença de outros animais como cães e gatos, por exemplo, barulhos fortes ou repentinos, etc. Por esse motivo, as coelhas que estejam em trabalho de parto ou logo após haverem tido as crias, quando se assustam e ficam muito nervosas, podem matar e até comer os filhos com o intuito, parece, de protegê-los novamente em seu ventre. Para que isso não aconteça, basta colocar as gestantes e parturientes em locais isolados e calmos, para que fiquem bem tranqüilas.

- Fator psicológico : pode ocorrer, no entanto, que a coelha seja realmente anormal, sofra de uma psicose e, por isso, coma seus próprios filhos. Nesse caso, quando a causa é psíquica, não há cura para este animal.
 
 

 
 
 

« voltar

Indique a Matéria
Seu Nome:
Seu Email:
Nome do Amigo:
Email do Amigo:
Comentários:

 

 

Publicidade
Info Rural News
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial por qualquer meio ou processo, sem autorização expressa do Ruralnews.
Copyright 2005. © RuralNews - Todos os Direitos Reservados. Desenvolvido por Pontaweb