Home  Quem Somos  Cadastre-se  Anuncie no Rural News  Fale Conosco 
Busca
 

 

 
Enquete
Qual a sua área de atuação profissional?
Agricultura
Pecuária
Agricultura e Pecuária
Outra área dentro do setor rural
Fora do setor agropecuário

 

 Indique este site

O coqueiro macaúba - árvore de grande aproveitamento

autor: Redação RuralNews
data: 23/08/2013

 
A macaúba (Acrocomia sclerocarpa M.) é uma palmeira comum em toda a América Central e do Sul, até a região Sudeste do Brasil. É conhecida por vários nomes, dependendo da região do País, como, por exemplo, bacaiúva, coco-baboso, macaubeiro, coco-de-espinho, entre muitos outros. É uma árvore que chega a mais de 15m de altura e com um caule de cerca de 35cm de diâmetro. O coco desta árvore apresenta, em cada 100g, cerca de 240 calorias e com uma composição na qual encontramos vitaminas A, B1, B2, C, ferro, fósforo e proteínas.

É uma planta de grande potencial econômico pois é, praticamente, toda aproveitável. A sua principal utilidade econômica, no entanto, é a produção de óleos que são extraídos de seus frutos, tanto para utilização industrial (na fabricação de sabão e óleo de cozinha), quanto para usos medicinais caseiros (como analgésico). Esta palmeira também nos fornece um delicioso palmito, retirado do broto terminal.

Além dos óleos produzidos à partir dos frutos, a macaubeira produz folhas muito utilizadas como forragem para a alimentação do gado, principalmente do gado de leite. Além disso, podem ser utilizada, juntamente com suas hastes, na indústria têxtil, na produção de fibras ou na produção artesanal de cestas, chapéus, etc.

Os óleos obtidos da macaubeira encontram um bom valor de mercado, variando de acordo com a sua utilização. Além das utilizações já mencionadas, o óleo da polpa dos frutos pode ser utilizado como combustível, se for misturado com diesel ou outros óleos vegetais.

As melhores condições para o cultivo do coqueiro macaúba são encontradas no Brasil, principalmente no Planalto Central, na região do cerrado, onde as temperaturas médias anuais oscilam entre 10 e 30ºC e há um regime de chuvas anuais entre 1300 e 1500mm.

É uma árvore bastante resistente, não sendo atacada por pragas e doenças, além de suportar grandes variações climáticas. Em um hectare podem ser plantadas até 200 palmeiras, com uma produção de até 25 toneladas de cocos por ano. Essa produtividade é uma das maiores dentre todas as palmeiras cultivadas ou nativas do Brasil.

É possível a consorciação com outras culturas como o milho ou o feijão, mas não é recomendável que seja cultivado em áreas de pecuária, pois os animais podem danificar os cocos, quando estes estiverem caídos no chão, maduros.

A macaúba começa a dar os primeiros frutos após 4 anos do plantio. A colheita pode ser feita, praticamente, durante todo o ano, mas principalmente entre fevereiro e abril, quando atingem o auge da maturação. A variação da época de colheita se dá de acordo com as diversidades climáticas regionais encontradas no Brasil. Quando estão no ponto para a colheita, os frutos maduros caem da árvore, precisando apenas serem recolhidos, acondicionados e, posteriormente, processados.
 
 
 
 
 
 
 
 
 

« voltar

Indique a Matéria
Seu Nome:
Seu Email:
Nome do Amigo:
Email do Amigo:
Comentários:

 

 

ilustracao do produto DVD : Inseminação Artificial em Caprinos e Ovinos
R$ 103.00
em até 4x sem juros
botao compre
ilustracao do produto DVD : Equipamentos de Proteção Individual para o Manejo Seguro de Agrotóxicos (E.P.I)
R$ 103.00
em até 4x sem juros
botao compre

Publicidade
Info Rural News
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial por qualquer meio ou processo, sem autorização expressa do Ruralnews.
Copyright 2005. © RuralNews - Todos os Direitos Reservados. Desenvolvido por Pontaweb