Home  Quem Somos  Cadastre-se  Anuncie no Rural News  Fale Conosco 
Busca
 

 

 
Enquete
Qual a sua área de atuação profissional?
Agricultura
Pecuária
Agricultura e Pecuária
Outra área dentro do setor rural
Fora do setor agropecuário

 

 Indique este site

As codornas e sua alimentação

autor: Redação RuralNews
data: 24/01/2014

 
A alimentação das codornas, de um modo geral, é bem semelhante à da criação de galinha. Devemos, portanto, dispor de rações para as codorninhas desde o seu primeiro dia de vida, ou seja, a ração inicial, a ração de crescimento, a ração de engorda e a ração para a postura.

Existem à venda no comércio especializado, as rações específicas para as codornas. A sua compra é aconselhável na maior parte das criações, pois a produção das rações, quando feita pelo próprio criador, não costuma ser economicamente viável, a não ser em grandes criações industriais.

Para as codorninhas, nos primeiros dias, a ração deve ser espalhada sobre o papel que forra o piso da gaiola e, de acordo com o seu consumo, várias vezes por dia. Depois dessa fase, a ração deve ser distribuída nos comedouros e à vontade, para qualquer que seja a categoria ou idade das codornas.

Não só a qualidade da ração é da máxima importância, mas também a regularidade com que é fornecida. É por esta razão que não devemos trocar de ração, exceto em caso de força maior, pois, com a mudança na sua alimentação, as codornas diminuem a postura, podem entrar em muda e, até mesmo, parar totalmente a sua produção. Pelo mesmo motivo, as aves novas podem ter o seu desenvolvimento prejudicado e as de engorda podem não atingir os pesos previstos.

Quando for necessário substituir uma ração por outra, mesmo que da mesmo ou de melhor qualidade, é necessário que o façamos aos poucos, substituindo uma pela outra gradativamente, misturando percentagens cada vez maiores da nova ração com a antiga, até que a substituição seja total.

Também é de grande importância que a ração seja fresca, de boa qualidade, contendo todos os elementos de que necessitam as codornas e que ela esteja em bom estado de conservação, livre de fungos (mofos), bactérias, produtos tóxicos, venenosos, etc.

No item "alimentação", devemos nos preocupar, e muito, com o desperdício de ração, pelos prejuízos que isso pode ocasionar. As causas desse desperdício são as seguintes, em ordem de importância:

- comedouros mal construídos ou com defeitos de funcionamento;

 
- comedouros cheios, quase até a sua borda;

 
- temperaturas muito baixas, obrigando as aves a comerem mais, para manter o seu calor corporal normal;

 
- doenças orgânicas, infecciosas (por bactérias ou vírus) ou parasitárias, por parasitas internos (endoparasitas) ou externos (exoparasitas);

 
- pássaros e roedores, principalmente ratos, que "roubam" ração.

Existem outras causas de desperdício de ração, como sacos furados, desleixo dos tratadores ao distribuir a ração, etc. Os maiores desperdícios, em geral, são causados mesmo pelos comedouros. Quando não há um controle adequado, o desperdício de ração pode chegar a mais de 40% do total distribuído às codornas, causando um grande prejuízo ao criador.
 
 
 
 
 
 

« voltar

Indique a Matéria
Seu Nome:
Seu Email:
Nome do Amigo:
Email do Amigo:
Comentários:

 

 

Publicidade
Info Rural News
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial por qualquer meio ou processo, sem autorização expressa do Ruralnews.
Copyright 2005. © RuralNews - Todos os Direitos Reservados. Desenvolvido por Pontaweb