Home  Quem Somos  Cadastre-se  Anuncie no Rural News  Fale Conosco 
Busca
 

 

 
Enquete
Qual a sua área de atuação profissional?
Agricultura
Pecuária
Agricultura e Pecuária
Outra área dentro do setor rural
Fora do setor agropecuário

 

 Indique este site

Mamão Papaia - adubação e tratos culturais

autor: Redação RuralNews
data: 08/04/2014

 
No plantio do mamão papaia, colocamos os adubos dentro dos sulcos e, depois, os cobrimos com terra. Para essa adubação básica, usamos 5 a 10kg de esterco ou composto, 1kg de termofosfato e 150g de adubo NPK 4-12-8, por cova feita no sulco, mas misturando bem e depois cobrindo o sulco.

Transplante

As mudas são transplanttadas com o torrão, mas o saquinho deve ser removido com cuidado. Deve ser feito depois de chuvas e devemos regar as covas com 20 litros de água por muda, repetindo-se a irrigação quando necessário.

Fazendo uma cobertura morta, reduzimos a evaporação, mantemos a terra fresca e ainda controlamos o crescimento de ervas daninhas.

Adubação por cobertura

A primeira deve ser feita dois meses após o transplante, com 300g de torta de mamona, por cova posta nos sulcos. Devemos cobrir com terra, todo o adubo usado. Além disso, devemos colocar 50g de sulfato de amônio, por cova, ao redor da planta.

A segunda adubação em cobertura é feita 30 dias após a primeira, usando 400g da fórmula 4-12-8 por cova, sendo a metade em sulco, como na adubação anterior, sendo depois fechado o sulco e a outra metade é aplicada ao redor da planta, mas sem enterrar.

Desbaste

No quarto ou quinto meses após o plantio, os mamoeiros entram em floração, sendo, então, possível distinguir o seu sexo. É nessa época que devemos fazer o desbaste, deixando uma só planta, hermafrodita, por cova, sendo todas as outras arrancadas, para que não haja competição e a produção seja melhor e maior. Nessa mesma fase, fazemos uma nova cobertura morta com capim seco picado , palha de arroz ou mesmo um plástico preto, sacos vazios, etc., com a largura de 2m, seguindo a linha de plantio. No caso do plástico e dos sacos, devemos cobrir com um pouco de terra para que não saiam do lugar ou "voem", em dias de ventania.

Terceira adubação por cobertura

Deve ser feita 60 dias depois da anterior, ou seja, cinco meses após o transplante. É feita por cobertura, com 200 a 300g da fórmula 12-5-12, sendo a ela acrescentados 20 a 30g de sulfato de potássio, principalmente quando verificamos o amolecimento da polpa devido ao excesso de nitrogênio no solo ou de chuvas.

Aplicação de bórax

Para evitar a deficiência desse elemento no solo devemos, antes da chegada da seca e por pulverizações mensais, fazer a aplicação de bórax a 0,25%. Podemos, também, adotar outra técnica, incorporando o bórax ao solo, quando do preparo do terreno, 10 a 20kg por hectare, em toda a sua superfície

Desbrote e raleio

Devemos eliminar todos os brotos do tronco, principalmente para não se transformarem em focos de pragas e de doenças. Como já foi mencionado, o início do florescimento é dos 4 aos 5 meses após o plantio, ocorrendo a maturação 5 meses depois.

A frutificação é feita em grupos de 3 mamões. Devemos fazer o raleio, deixando apenas um deles. É feito o mais cedo possível e durante todo o ano.
 
 
 

 

 

« voltar

Indique a Matéria
Seu Nome:
Seu Email:
Nome do Amigo:
Email do Amigo:
Comentários:

 

 

ilustracao do produto DVD : Inseminação Artificial em Caprinos e Ovinos
R$ 103.00
em até 4x sem juros
botao compre
ilustracao do produto DVD : Equipamentos de Proteção Individual para o Manejo Seguro de Agrotóxicos (E.P.I)
R$ 103.00
em até 4x sem juros
botao compre

Publicidade
Info Rural News
Proibida a cópia e reprodução total ou parcial por qualquer meio ou processo, sem autorização expressa do Ruralnews.
Copyright 2005. © RuralNews - Todos os Direitos Reservados. Desenvolvido por Pontaweb